Poesia

A Poesia alcança as fadas, encanta a chuva na madrugada, acompanha os ébrios nos dormentes e se mistura à solidão nas calçadas.

3 de dezembro de 2017

Verdade


Retorno ao contorno dos tempos,
das ilusões  azuis,
das alusões à razão do nosso sorriso,
 pois todos sabiam  ou pensavam saber 
os porques,
 porquê ele estava em mim
e estava em você.
E era verdade a nossa verdade,
quando até hoje  passeia  pela cidade,
de mãos dadas,
esse amor,
 que flui assim. 
Tão sereno agora,
 no nosso seguir juntos 
relâmpagos sem tempestade,
clareira é o nosso amor.
As sombras não mais nos assombram,
 os cuidados sim.
O amor cuida do amor,
para ficar assim protegido
sem laço, porém entrelaçado
Até - não- chegar  ao fim.

Lourdinha Vilela












22 de setembro de 2017





Uma casinha,
Uma mesinha na sala
Um vaso sobre a  mesinha
Uma margarida solitária.

Feliz Primavera.

18 de setembro de 2017



Vem sonhar
Antes que o ocaso anuncie
o declinar do sol 
e anoiteça nossas vidas.
Podemos ainda espalhar nosso amor
cidade afora.
Nosso riso, preencherá  os espaços
entre nossos braços nas calçadas.
Com os pés descalços
percorreremos    alamedas  e  labirintos
desse chão de palavras  sussurradas. 
Vem sonhar
 Deus abraçou nossa prece
 e fez nosso amor eterno
Como a pureza do Altar.

Lourdinha Vilela

Imagem da internet

Reeditando

Foto de palmital- MG, lugar onde nos sentimos muito felizes,   eu e minha família.



9 de agosto de 2017

PAI. (In memoriam)







Não sabia o que o seu olhar queria me dizer,
Ao menos não entendia ser, o que eu quisesse ouvir .
Ele era de poucas palavras,
E quando elas acendiam seu olhar
Eram sempre  sinônimos do medo,

Da insegurança de quem conhecia o mundo
Pela  própria dor,

 Apenas queriam me defender dos dissabores da vida.
O seu abraço, sempre tardio, vinha
E eu escutava o seu pedido de desculpas
De certa forma me sentia  protegida.
Hoje    sou capaz de  entender ,
Cada gesto, palavra e até o seu olhar
O seu abraço perfuma minha memória.
 É dele que eu me recordo mais.
Hoje sei que o amor é a razão dos sentidos


Obrigada Pai.

A imagem é daqui.
http://razoesparaacreditar.com/artes/belissimas-ilustracoes-mostram-o-amor-de-um-pai-por-sua-filha-pequena/